(62) 3877-3223 / (62) 3089-5400

O que são e como surgem as variantes de um vírus?

Postado em 21/09/21
O que são e como surgem as variantes de um vírus?

Devido a pandemia causada pela Covid-19 muito tem se falado em novas cepas e variantes. Mas, você sabe o que isso significa? Para ajudar a compreender esse processo, trouxemos alguns conceitos importantes sobre o tema. Continue lendo.

 

Quando um vírus está infectando de forma ampla uma população, a probabilidade de sofrer uma mutação aumenta. Isso porque quanto mais um vírus se replica, maior a sua possibilidade de sofrer mudanças. Essas mutações acontecem o tempo todo e grande parte delas não tem nenhum impacto na capacidade de infecção ou doenças. No entanto, dependendo de onde as alterações ocorrem, as propriedades do vírus podem ser alteradas, aumentando assim a gravidade da doença ou se espalhando com mais facilidade.

A mutação é uma modificação na sequência de DNA ou RNA, podendo ser benéfica, maléfica ou neutra. Os vírus sofrem mutações à medida que se replicam, onde há a cópia da informação genética. Mas, na hora dessa replicação, ocorrem erros como a mudança de uma letra no RNA, por exemplo. Isso pode provocar mudanças nas proteínas que o vírus produz, essas modificações são chamadas mutações e o vírus que contém a mutação é chamado de variante. 

As mutações fazem parte do processo evolutivo de qualquer vírus, como já dito acima, as mutações genéticas, em sua maioria, não causam impacto significativo no comportamento da doença. Mas, há possibilidade do vírus se tornar mais eficiente, por exemplo, permitindo que ele escape de reações imunes como as provocadas por vacinas ou infecções anteriores. Algumas mutações, no entanto, podem prejudicar o próprio vírus, beneficiando assim o hospedeiro. Conheça o significado dos principais termos relacionados às mutações.

 

Mutação

Mutação é uma mudança na sequência de DNA ou RNA, que ocorre nos vírus à medida que se replicam, processo que requer cópia da informação genética. Nesse processo, podem ocorrer mutações no material genético.

Variante

Vírus são organismos muito simples, compostos por material genético muito pequeno que armazena as informações de suas características moleculares e biológicas. Sequências genéticas virais que diferem em uma ou mais mutações são chamadas de variantes.

Cepa

Uma cepa é uma variante construída de maneira diferente com comportamentos diferentes em relação ao vírus original.  Uma nova cepa é definida quando o vírus sofre uma mutação que altera alguma de suas características observáveis, chamadas fenotípicas, ou seja, quando o agrupamento viral tem modificações na sua replicação, transmissão e/ou sintomas.