(62) 3877-3223 / (62) 3089-5400

Por que ler grandes clássicos da literatura?

Postado em 06/09/21
Por que ler grandes clássicos da literatura?

Os grandes clássicos da literatura são livros atemporais, que tratam de aspectos da vida universais como o amor, a dor ou a morte. Mas, apesar de serem tão importantes e fazerem parte da grade da maioria das escolas e vestibulares, muitas vezes são deixados de lado por serem considerados difíceis de ler. No entanto, a sua leitura é essencial, não apenas por serem cobrados em provas, mas por trazerem vários benefícios ao cérebro.

Um estudo feito pela Universidade de Liverpool, no Reino Unido, por exemplo, sugeriu que ler autores clássicos é uma ferramenta excelente para o estímulo da mente. A pesquisa também concluiu que as poesias podem ser muito mais eficazes em tratamentos do que os famosos livros de autoajuda. Isso porque a poesia atinge o lado direito do cérebro, onde são armazenadas as lembranças autobiográficas.

Os autores dos experimentos monitoraram a atividade cerebral de 30 voluntários que tiveram acesso a uma leitura de textos clássicos. Em seguida, eles leram o mesmo conteúdo traduzido para uma linguagem coloquial. De acordo com os resultados, o cérebro era muito mais estimulado quando o leitor entrava em contato com palavras incomuns, ou frases com uma estrutura semântica complexa, o que não acontecia quando os participantes faziam leitura do mesmo material em linguagem simples, usada no cotidiano.

O estímulo liberado pela literatura clássica, segundo o estudo, é capaz de se manter durante um certo tempo, potencializando a atenção de quem lê. A pesquisa, que foi feita por especialistas em ciência, psicologia e literatura inglesa, utilizou autores ingleses como Henry Vaughan, John Donne, Elizabeth Barrett Browning e Philip Larkin. 

Agora que você sabe da importância de ler os clássicos, veja algumas dicas para te ajudar a ler mais e melhor:

 

Qualidade é melhor que quantidade

Ler um livro com calma, absorvendo o conteúdo e se entregando à narrativa é melhor do que ler quatro ou cinco livros de forma apressada.

 

Cuidado com metas mirabolantes

As metas podem ajudar, desde que estejam coerentes com a realidade. Observe, dentro da rotina, qual é o tempo disponível para leitura e adeque com as outras tarefas existentes. Metas irrealistas podem acabar desestimulando e causando frustrações.

 

Faça da leitura um hábito

Para ler de forma frequente, é preciso que a leitura se torne um hábito. Hábitos são construídos pouco a pouco, se você acha que ler é uma tarefa difícil, comece com livros menores e gêneros que você goste. Assim, fica mais fácil fazer leituras mais complexas que exigem maior envolvimento.

 

Evite distrações

Reserve um momento para ler sem interrupções ou distrações como barulhos, celulares ou outras situações que tirem o foco.  

 

Não se culpe

Não se culpe por não gostar de um livro ou por ter dificuldade em lê-lo. Mas, entenda que cada livro é único. Não é porque uma leitura não fluiu que outras serão assim. Não desista!

 

Encontre prazer na leitura

Faça do momento da leitura um momento de prazer e descanso, onde você pode ficar longe dos vários estímulos digitais e se envolver com uma boa narrativa.

 

A leitura é muito importante para o desenvolvimento do ser humano, através dela o cérebro trabalha conexões neurais, aumentando a capacidade cerebral, além de expandir a memória e o pensamento lógico. Ler também estimula a criatividade, o senso crítico e a empatia. A melhor forma de criar o hábito da leitura é lendo. Comece agora a viver essa experiência com grandes clássicos da literatura.